26.5.14

Bárbara Paz



O olhar que para além de sedutor consegue mostrar muito mais...

"(...) Quando chego em casa,
sento, tiro os sapatos, calço minha essência e choro.
Quando a obra facial se desfaz,
Coloco as mãos sobre o rosto e sorrio,
Acendo uma vela, abro a torneira
E lavo minha alma,
Agora nua."                                         

No comments:

Post a Comment